6 motivos para NÃO transmitir seus webinars no Youtube.

Porque não usar o Youtube

Imagine a seguinte situação: você é um especialista em um determinado assunto, reconhecido pelo mercado e por outros profissionais e, um belo dia, recebe um convite de uma empresa para fazer uma palestra.

O objetivo da empresa é óbvio: eles querem vincular seus produtos ou serviços ao nome de um especialista do mercado, gerando o endossamento necessário para vender mais.  Você, por sua vez, além da remuneração, ganha uma projeção profissional muito maior.

Parece que está tudo certo até você descobrir que a empresa organizou a palestra para acontecer no estádio Millennium no mesmo dia da final da Champions League entre o Real Madrid e Barcelona. UAU que demais! Só que não.

Pense comigo. De um lado a sua palestra, do outro a final da da Champions League com um duelo clássico entre os maiores times da Europa, em quem você acha que a sua audiência prestará mais atenção?
É com esse exemplo que vamos mostrar os 6 principais motivos para NÃO usar o Youtube para transmitir seus webinars.

1º Distrações e Engajamento

Assim como no exemplo anterior, uma palestra feita no youtube estará competindo com milhares de outros vídeos que são constantemente sugeridos e expostos aos olhares curiosos da sua audiência. Lembre-se que o foco no Youtube é o entretenimento e o uso casual.

Da mesma forma que não faz sentido uma palestra ser realizada em um estádio na final da Champions, não faz sentido expor um conteúdo específico a uma competição com uma variedade de vídeos programados para serem aderentes ao interesse da audiência. Isso impacta diretamente no engajamento da sua audiência.

2º Controle e Customização

Poder controlar e customizar o ambiente onde a palestra acontecerá, com certeza, é uma das principais preocupações de quem prepara um evento. O visual e a organização são importantes para gerar reconhecimento e engajamento. Lembre-se que a primeira impressão, na maioria das vezes, é a que fica!

Quando o objetivo de produzir um conteúdo em vídeo é gerar leads e reconhecimento da marca como autoridade em um assunto, a customização do canal, da página de inscrição e da transmissão, tornam-se uma excelente forma para criar a identificação do público com o conteúdo.

Por ser uma plataforma gigantesca e bastante abrangente, o Youtube enfrenta algumas dificuldades em liberar customizações avançadas no canal, principalmente pela forma como a exposição do conteúdo foi estruturada. Isso implica na falta de personalidade do seu canal, e eu sei que você não quer que isso aconteça, certo?

Faça webinars e atraia leads mais qualificados! Experimente a Eventials gratuitamente! – Clique Aqui

3º Relatórios Detalhados por Usuário

Milhares de pessoas vão a um estádio de futebol. É impossível saber com detalhes o perfil de cada espectador em um jogo. No Youtube isso não é diferente. A plataforma disponibiliza muitos relatórios, alguns bem detalhados sobre o canal mas, nenhum com informações detalhadas de cada  usuário.

Como já foi dito anteriormente, existe uma preocupação maior com a quantidade do que com a qualidade da audiência. Para fins publicitários, quanto mais pessoas forem impactadas melhor será o desempenho da campanha, mas quando falamos de uma estratégia de conteúdo, temos que focar na qualidade do público gerado, pois só assim poderemos entregar para a equipe de vendas oportunidades mais qualificadas com chances reais de gerar novos negócios.

4º Suporte e Base de Conhecimento

Suporte

 

Ter para quem pedir ajuda quando tudo está dando errado nos traz uma sensação de segurança incrível. Eu diria que “Salva-Vidas” é um excelente sinônimo para a palavra Suporte, não é mesmo?

Uma das formas para tornar a gratuidade da plataforma possível, além da aplicação de anúncios, é não prestar um suporte com agentes dedicados. Isso não quer dizer que você, como produtor, não terá acesso a base de conhecimento do Youtube mas, quer dizer que você não terá o auxílio de um profissional dedicado ou de um treinamento focado e adaptado nos seus objetivos.

5º Anúncios

O negócio do youtube é bem simples. Eles lucram com os anúncios. Note que existe um grande esforço para divulgar produtores que conseguem atrair milhares de visualizações. Quanto maior o número de visualizações que um anúncio tiver, maiores serão as chances de gerar cliques.

Para a maioria das pessoas, os anúncios não são bem vistos. Em muitos casos são intrusivos e inconvenientes, gerando uma experiência ruim para quem está interessado apenas no conteúdo.

6º Idealização

O Youtube é uma excelente plataforma mas, com certeza, não foi idealizada para transmitir webinars. Apesar de usar o Streaming como tecnologia base para tocar os vídeos sob demanda e permitir fazer transmissões ao vivo, o formato de um webinário ainda é diferente, pois possibilita que uma apresentação possa ser aplicada ao lado da imagem do palestrante além de outras funcionalidades que permitem uma interação mais ativa da audiência, aumentando consideravelmente a absorção do conteúdo.

Conclusão

Webinars possuem um formato de transmissão diferenciado, com foco na geração e no compartilhamento de conteúdo profissional e não no entretenimento ou no uso casual.

Para que o projeto de webinars alcance seus objetivos, você precisa utilizar uma plataforma especialista em manter os participantes imersos em seu conteúdo durante a transmissão e que  possua funcionalidades focadas na absorção do conhecimento.

Aproveite e compartilhe conosco o que você achou sobre os motivos apresentados, temos certeza que existem excelentes prós e contras que podem ser abordados e discutidos.

Qual é a importância do vídeo na estratégia do negócio?

Leia também