Marketing

O que Guy Kawasaki tem a dizer sobre transmissões on-line de eventos?

Este mês, Guy Kawasaki, um dos maiores especialistas mundiais nas áreas de Tecnologia e Marketing, autor de “best-seller” e um dos principais conselheiros da Apple, publicou no Linkedin um excelente artigo sobre práticas para socializar um evento presencial.
Dicas importantes como a escolha certa de uma hashtag que perdure, incentivo ao uso da hashtag com toda a equipe, destinação de um profissional Social exclusivo, postagem de novidades em tempo real, utilização de tweet stream, utilização de um bom wireless aberto, socialização através de fotos e divulgação de vídeos em slow-motion foram alguns dos pontos destacados por Guy.

Mas o que ele pensa a respeito das transmissões on-line de eventos presenciais e pagos? 

Guy Kawasaki afirmou que transmitir o evento ao vivo é outro ponto importante para melhorar sua socialização. É simples, se você já gastou milhares de reais na realizar do evento, então porque não disponibilizá-lo on-line? Guy, enfatizou que não haverá perda de vendas, e sim ganho de divulgação e popularidade.
E quanto aos eventos pagos? Nas palavras de Guy Kawasaki: “As transmissões ao vivo são óbvias para o anúncio de produtos, mas e se as pessoas estiverem pagando para assistir o evento? O temor é que estas pessoas decidam não participar, porque poderão assistir gratuitamente on-line. Você pode cobrar para que as pessoas assistirem a transmissão ao vivo, se isso te confortar, mas talvez essas pessoas não participem, de qualquer maneira”.
Guy Kawasaki afirma que a realização de transmissões on-line ao vivo não concorrerá com seu evento físico, e sim incentivará a presença destas pessoas no próximo ano.

Se você está pensando em realizar um evento, aproveite a dica e transmita on-line ao vivo na Eventials.

Você sabe o que seus clientes pensam sobre sua empresa?

Em conversas ou em bate papos descontraídos, ao fazer esta pergunta muitos respondem sem pestanejar “meus clientes estão satisfeitos com nossos serviços”, “nossos clientes não reclamam, pois nossos produtos são ótimos” e alguns mais ousados afirmam, “vão reclamar do que? nossa solução é excelente, a melhor do mercado”. 
Este último pode realmente estar certo, sua solução pode ser a melhor, entretanto, o que o consumidor pensará sobre sua empresa vai além do serviço prestado.  Ao se deparar com tais afirmações, outras dúvidas surgem: O que sua empresa faz para ter certeza disso? Quais métodos são usados para o consumidor expressar sua opinião sem constrangimento?
E na prática, o que pode ser feito para travar um relacionamento de fidelidade com o consumidor? 
É da natureza do ser humano ser estimulado a sentir-se valorizado. Com isso demonstrar a importância de seu cliente para a empresa e expor como ele pode ajudá-la a crescer é uma direção que pode ser seguida por diferentes caminhos. 
Se sua empresa realiza a venda através de uma equipe comercial, dê condições e estimule este time a fazer contato periódico com cada cliente conquistado. Garanta que façam isso mesmo que a venda seja única ou seu produto não gere recorrência. Aproveite este follow estrategicamente e defina o objetivo do contato com base no histórico do cliente. A implantação desta cultura e um bom software de CRM vão lhe ajudar a garantir sucesso neste caminho.
Para a grande maioria dos negócios as redes sociais, se bem exploradas, são canais com excelente retorno. Como boa parte dos consumidores estão presentes nelas e normalmente são usuários frequentes, é possível estimular a sua participação através de comentários, compartilhamentos, likes ou indicações. Para isso, criatividade e originalidade são fatores determinantes, que diferenciam e irão lhe destacar.
Treine seu cliente. Independente se sua empresa presta serviço, vende ou fabrica produtos, ou mesmo faz caridade, compartilhar conhecimento é a ação mais efetiva para se aproximar do consumidor e fortalecer a imagem de sua marca. Fale sobre seus produtos, sobre o mercado, sobre desafios, novidades, possibilidades. 
Não é difícil encontrarmos marcas jovens que se destacam no mercado por cultivarem este pensamento, como Endeavor através de vídeos, palestras e posts, Imasters, com o conteúdo técnico para diversas áreas de TI, Locaweb através de eventos presenciais e on-line, Qualcomm através de sites para desenvolvedores ou webinars ensinando boas práticas sobre o uso de suas tecnologias.
Devido ao baixo custo, alta disponibilidade, interação e receptividade ao participante, nós consideramos transmissões on-line uma forma muito efetiva de travar este relacionamento com seu público alvo. Não a toa, buscamos criar uma solução que ofereça a melhor experiência possível para quem realiza e para quem participa das transmissões. 
Independente do método implantado, garanta que os gestores sejam informados do real resultado obtido e qual feedback recebido dos clientes. Com isso, havendo resultados positivos será fácil conquistar recompensas, ou tomar medidas para reverter a situação caso o feedback seja negativo.
Vale considerar a que alguns cuidados devem ser tomados ao se aproximar do seu cliente, pois junto com esta abertura cresce a responsabilidade e a credibilidade aumenta conforme a transparência e clareza deste processo. Confie na identidade de sua empresa e em situações em que o exposto pelo cliente foge do “caminho traçado” estrategicamente para sua empresa, comunique ao cliente, deixe claro o motivo e lembre-se: O importante é não deixá-lo na mão. Busque a melhor solução que atenda ou supere suas expectativas a curto e médio prazo, mesmo que para isso você tenha que recorrer ao mercado.
Em resumo, valorize, se preocupe e converse com seu cliente. Ele saberá identificar e valorizar se isso for verdadeiro.

Como cursos on-line de curta duração auxiliam as empresas?

Um assunto bastante abordado e comentado nos dias de hoje é o estudo das gerações. Este estudo definiu algumas gerações, como os Baby Boomers, pessoas que nasceram ouvindo de seus pais comentarem sobre os horrores das guerras, a geração X, estimulada ao estudo e trabalho duro para uma aposentadoria tranquila, a geração Y, que cresceu ouvindo que poderia ser o que desejasse na vida e foi incentivada a originalidade, criatividade e ao network.
A geração Y buscou a originalidade, autoconfiança e teve acesso a hiper-informação e conectividade da época, percebendo que poderia fazer as coisas acontecerem com mais rapidez do que as gerações anteriores. Devido a alguns destes pontos comentados esta geração, por muitas vezes é denominada “imediatista”. Depois da geração Y ainda vem as gerações X e Y, pós revolução WEB e a geração Alpha, nascidos a partir de 2010.
As novas gerações nasceram em um mundo conectado e globalizado, onde as informações estão à distância de apenas um clique ou “play”. Acostumados com a praticidade de obter suas respostas momentaneamente, com a rapidez de não ter de esperar, estas novas gerações trouxeram novas particularidades e riquezas a este cenário.
Pensando na tendência das gerações por rapidez e facilidade, as empresas utilizam estes dados para seu planejamento.
Sempre de olho nas tendências, o mercado corporativo passou a considerar a necessidade de acesso rápido e fácil à informação em seu planejamento e consequentemente, em suas ações. No início do mês o jornal Estado de São Paulo (www.estadao.com.br) publicou em seu site uma matéria que afirma que empresas vêm apostando em cursos rápidos para capacitar profissionais. De acordo com a matéria, cursos virtuais de curta duração tem sido a estratégia adotada para unir capacitação de profissionais sem lhes ocupar demais. A matéria ainda cita diversas empresas que já adotam esta estratégia, como o Itaú Unibanco:

“Percebemos que quanto menor for o tempo de duração, maior é a adesão”, diz Marcele Correia, superintendente da área de pessoas do Itaú Unibanco.

“Já fiz cursos de liderança, atuação em equipe, uso consciente do dinheiro. Você acaba ficando mais preparado quando faz essas aulas”, afirma Livia Yaroussalian, que já fez cerca de dez módulos on-line desde que começou a trabalhar no banco, em 2012.

Unindo a evolução das gerações ao comentado, na matéria do Estadão, acompanhamos a atual ascensão de cursos e treinamentos on-line em vídeo, que atendem a demanda das empresas na capacitação profissional, desenvolvimento, alinhamento de estratégias e treinamento de clientes. O fato de cursos e treinamentos on-line serem rápidos e não impactados pelo transito das capitais brasileiras age positivamente para esta modalidade. O futuro das empresas é a mudança do planejamento de ações, sempre atenta a praticidade e rapidez.

Transmita on-line cursos, treinamentos e eventos de sua empresa com a EventialsConheça nossas vantagens!