Como Construir Sua Marca com Vídeos

A ideia de que apenas grandes empresas podem criar vídeos para fortalecer a estratégia de vendas da marca já ficou no passado. Na última década, o custo para a produção de vídeo diminuiu cerca de 60%. Quem acompanha o universo do marketing, facilmente consegue visualizar que esse tipo de recurso não somente é possível, mas necessário, independentemente do nicho de mercado em que a sua empresa atua.

O vídeo tem grandes diferenciais em relação aos outros tipos de conteúdo: gera mais empatia, é dinâmico e facilita a absorção. Hoje, com qualquer equipamento que possua uma câmera e uma simples conexão com a internet, é possível compartilhar seu conhecimento com vídeos online.

Neste artigo, vamos apresentar 3 formas de trabalhar com vídeos na estratégia de marketing da sua empresa.

Continue lendo

Como escolher um ótimo tema para seu webinar?

Se você chegou até este artigo, provavelmente já sabe como é importante investir em webinar para compartilhar conhecimento, certo? Só que antes de pensar no ambiente, na duração do vídeo e em como você irá convidar o público, é preciso definir algo muito, mas muito importante: O assunto abordado que irá despertar a curiosidade das pessoas, que vai lhe ajudar a compartilhar conhecimento, a divulgar os produtos e serviços oferecidos por sua empresa e a captar leads qualificados, por exemplo. Por isso, o ideal é que você tire um tempo para pesquisar, descobrir suas afinidades e escolher um bom tópico para falar.

Mas como como chegar até o tema ideal para realizar um webinar?

Escolha uma área que você domina:

Sabe quando você gosta do tema que está falando? Esportes, moda, finanças, tecnologia… Escolha um assunto que já conheça, que domine, que goste de pesquisar e que esteja alinhado com sua profissão, por exemplo. Dessa forma o público perceberá que você domina os tópicos abordados na palestra, que sabe sobre o que está falando e é uma referência a ser seguida. Sinta-se confortável com o tema, aproveite pautas que façam parte do seu universo e explore-as!

Pesquise, pesquise e pesquise:

Não basta só gostar do tema, é preciso pesquisar, desdobrá-lo. Leve conteúdos novos para seu público, busque referências em filmes, músicas, séries, livros, portais de notícias… Pense em como linkar Breaking Bad com o assunto que você irá abordar, por exemplo. Criatividade é fundamental – tanto no desenvolvimento do roteiro, quanto na temática do webinar em si.

Use as redes sociais:

Se você já tem um blog, se a sua empresa já está nas redes sociais, aproveite-as para realizar pesquisas com o público que já conhece seus serviços e produtos. Crie um grupo no Facebook, um evento, faça enquetes perguntando sobre o assunto que eles desejam aprofundar conhecimento. Perceba sobre o que eles estão falando no momento e como você pode aproveitar isso em sua palestra online.

Identifique as necessidades de seu público:

Utilize sua experiência como empresário ou criador de conteúdo e pense nas necessidades de seus leitores, clientes. Eles estão com dúvidas sobre determinada área? Faça uma apresentação para sanar esses questionamentos e estabelecer um vínculo de confiança com seus seguidores.

Resolva os problemas dos seus clientes:

Quando você recebe e-mails, telefonemas e seu público entra em contato pelas redes sociais, o que ele geralmente deseja? Utilize webinars para explicar como seu produtos e serviços funcionam, seus benefícios, apresente cases de sucesso, tire dúvidas, entre outros. Leve sempre em consideração os principais problemas e dificuldades de seus clientes e como você pode ajudá-los.

Com essas dicas ficou muito mais fácil pensar em um bom tema para criar seu webinar, conquistar os usuários, ter sucesso e mais visibilidade na web, não é mesmo? Acesse nosso site e veja como é fácil criar sua palestra online e compartilhar conhecimento com o mundo!

Palestras online: o conhecimento em qualquer hora e qualquer lugar

Palestras online, também chamadas de webinars, são uma ótima forma de transmitir conteúdo e tornar-se mais conhecido. As plataformas online para a disseminação de ideias vêm ganhando força com a melhora da qualidade de conexão dos brasileiros e pela cultura, em desenvolvimento, da busca por conhecimento de maneira autodidata. Os conteúdos compartilhados por meio de webinars ficam para sempre disponíveis para quem quiser assisti-los, o que dá maior visibilidade ao trabalho e pode ainda gerar renda.

Conhecimento em qualquer hora e lugar

Fazendo um webinar você não terá a preocupação em alugar um local, vender inscrições e divulgar em diversos meios o seu trabalho. Para fazer uma palestra online você precisa apenas de um computador conectado à internet, uma câmera e um microfone. O resto fica por conta da plataforma de transmissão. O público pode encontrar seu conteúdo em qualquer hora, lugar e dispositivo.

Redução de custos

Seu escritório é o melhor ambiente para compartilhar seus conhecimentos. Você não precisará gastar recursos e tempo com deslocamento e nem perder datas importantes com amigos e família em função de uma palestra. Fazendo webinars você tem uma redução significativa de custos.

Conteúdo atualizado

O conhecimento nunca para, por isso é importante estar conectado para sanar possíveis dúvidas e trazer conteúdo inovador para seus espectadores. Online você tem a chance de se atualizar sobre os mais diversos assuntos em tempo real, enquanto transmite sua palestra ao vivo.

Público invisível

Para aqueles que são tímidos ao falar em público nada melhor que um webinar. Você tem a possibilidade de ensaiar seu conteúdo e transmiti-lo sem precisar encarar as pessoas.

Questões durante a palestra

Ao transmitir seu conteúdo ao vivo você pode conversar com seus espectadores. A interação via chat, disponibilizada pela plataforma, ajuda a enriquecer o conteúdo e manter um diálogo com o público. Durante as palestras gravadas também é possível enviar perguntas.

Geração de leads qualificados

Personalize o formulário de inscrição com dados úteis para contatos futuros. Com eles você poderá enviar materiais, divulgar suas palestras e criar uma base de dados que será um patrimônio para você e sua marca.

Como criar uma palestra online de sucesso e ser reconhecido na web

Você já pensou em ser um palestrante?
Compartilhar suas ideias, seu aprendizado e experiência pode abrir portas dentro do mercado e expandir suas opções. Muitos têm medo de palestrar; acreditam que não conseguiriam elaborar um conteúdo além das expectativas, piadas inteligentes e exemplos que despertem a curiosidade do público, acham ainda, que os participantes dormiriam nos primeiros 30 minutos de apresentação.

Esperamos que você não seja uma dessas pessoas.

Com a facilidade da internet, hoje todos podem ser mídia e expor suas opiniões, basta estar conectado, ter uma webcam e um microfone – funcionalidades que seu notebook deve possuir.

Mas como fazer uma palestra online legal, que tenha um conteúdo pertinente e engaje sua audiência? Ter coragem e confiar em si é o primeiro passo. Descubra os outros:

Descubra sua especialidade:

Qual é o assunto que você domina na mesa do bar, na sala com a família ou no escritório? Você é especialista em quê? Moda, empreendedorismo, finanças, esportes, gastronomia? Palestrar sobre um assunto que desperte seu interesse será mais fácil para começar a criar vídeos online. Por gostar do tema, se sentirá mais confiante diante do público.

Conheça o assunto abordado:

Ter conhecimento é fundamental para validar um argumento. Então, antes de defender suas ideias, prepare-se. Estude! Pesquise sobre o assunto, converse com pessoas que conheçam a área abordada, leia, ouça, veja. Tudo é válido e servirá como referência  – desde a um exemplo a uma piada para descontrair o público.

Crie um roteiro:

Depois de decidir o tema e estudar sobre ele, comece a desenvolver o roteiro da palestra. Em tópicos, elenque os pontos que serão discutidos em seu webinar. Utilize palavras-chave; determine qual assunto vai abrir a apresentação e qual irá fechar. O roteiro lhe ajudará a não esquecer informações importantes e o deixará mais organizado e otimista.

Seja verdadeiro:

Mostre quem você realmente é; compartilhe suas paixões, sonhos e até seus medos. Fale tanto dos seus fracassos, quanto dos seus sucessos. É dessa forma que você aproxima o participante e mostra a ele que todos erram e acertam. Não finja ser quem não é – essa estratégia pode até funcionar em um primeiro momento, mas não sempre.

Use a emoção:

Mexa com a emoção de quem está assistindo ao webinar. Use exemplos que causem sensações novas. Não tenha medo de fazer as pessoas gargalharem, nem de emocioná-las. Ao fazer isso, as chances de você ser lembrado são maiores.

Não leia seus slides:

Na Eventials você pode se apresentar e compartilhar sua tela ou slides com os participantes. Mas, não leia as telas. Slides são importantes para lhe ajudar a lembrar do conteúdo abordado ao longo do webinar, não para serem lidos. Explique os tópicos, leve mais informações, exemplos que embasem o que está escrito.

Tenha um bom ritmo:

Cuidado com o “time”. Tenha sempre um bom ritmo; não prolongue sua palestra, nem termine antes do tempo. Coloque-se no lugar do telespectador e perceba se as informações são o suficiente.

Use a criatividade:

Faça o diferente e não tenha medo de ser ousado. Transmita as informações com criatividade, interpretando algum personagem, tendo algum filme como tema. É importante se original; ter um bom conteúdo e criar experiências únicas.

8 dicas de como fechar seu webinar com criatividade e fisgar o público

Quando preparamos um webinar nos preocupamos com diversos pontos: tema, duração da palestra, equipamentos a serem usados e o cenário do vídeo. Pensamos até na roupa que iremos vestir, mas esquecemos de algo muito importante para uma apresentação online: o fechamento.

A conclusão é tão importante quanto a introdução em uma videoconferência. Dizer “Então é isso, pessoal. Obrigado e até a próxima!” pode até ser o jeito mais fácil de se despedir do público, mas não é a forma mais adequada. Por quê?

Porque no fechamento você deixa sua última impressão aos participantes e é preciso manter a reputação. Se você impressionou no início e desenvolveu bem o assunto, deve continuar no ritmo e concluir o tema com criatividade, estabelecendo um vínculo futuro com quem o assistiu. Ali estarão suas últimas palavras, as principais dicas; um “refresh” do conteúdo, informações que tendem a fixar melhor na mente das pessoas.

É importante caprichar. Surpreender. Não basta esperar o diretor dizer “AÇÃO!”, começarmos o show e improvisarmos o grand finale.
Por isso preparamos 8 dicas de como fechar seu webinar e fisgar seu público. Confira:

1 – Sem perguntas ao final do vídeo:

Nem pense em deixar o final da palestra online para responder dúvidas. Ao responder seu público ao longo da apresentação você terá mais facilidade para elaborar uma resposta convincente, que supra o questionamento do participante. Aproveite o envolvimento das pessoas! Isso desperta ainda mais o interesse delas e mostra que você está aberto a conversar e trocar conhecimento.

2 – Bom humor:

Se o assunto abordado for mais sério, se possui muitos dados e números, nada melhor do que descontrair os participantes. No final do vídeo, brinque! Faça uma piada que envolva o assunto; uma imagem engraçada, até mesmo uma frase. Com isso você ganha a atenção, diverte e pode ser lembrado como um palestrante que tem conteúdo e que também sabe rir. Também preparamos um post sobre esse assunto.

3 – Citações:

E, por falar em frases, o que você acha de fechar a apresentação com uma citação de impacto? Daquelas que ficam ecoando por horas depois do webinar ter acabado? Escolha autores que tenham a ver com o assunto abordado; frases que despertem a curiosidade e que estimulem o raciocínio. Com certeza você será lembrado. 😉

4 – Contar uma história:

Quem não gosta de ouvir uma boa história? Contar um “causo” é uma forma de se aproximar do público, ganhar sua atenção, informar, entreter e fixar o conteúdo. Crie empatia! A história não precisa ser longa, mas ela deve sintetizar e exemplificar o que você falou ao longo da palestra. Pode ser algo real, que aconteceu com você, ou algum case de mercado. Você escolhe! Nossa série de postagens sobre como usar o storytelling para criar webinars irá lhe ajudar!

5 – Call-to-action:

O que você deseja que as pessoas façam depois de assistir à palestra? Que elas acessem seu site e comprem um produto; que elas comprem seus livros para estudar mais o assunto; que elas participem de um evento? Qual é o seu objetivo com ela? Em cima disso prepare o final com um comando que leve o participante a realizar a ação desejada.

6 – Relembrar o conteúdo do webcast:

Outra forma de concluir é fazendo um apanhado dos tópicos apresentados no vídeo. Faça de uma forma simples, reforçando os principais conceitos abordados.

7 – O que mais você tem a oferecer?

E se depois de assistir ao webinar, o usuário também tivesse acesso a um material exclusivo? E-books, descontos, brindes, entre outros? Assim você conseguiria captar leads e estabeleceria um vínculo externo com quem se interessa pelo assunto.

8 – Surpresa!

Dentro do assunto abordado, pense em uma forma de surpreender o público. Você dança? Canta? Toca algum instrumento musical? Faz mágica? Aqui é preciso soltar a criatividade e pensar fora da caixa. É uma forma de ser lembrado e referenciado.

Coloque essas ideias em prática e crie seus webinars na Eventials!
Em nossa plataforma você não sofre com limite de participantes e organiza suas apresentações com facilidade.

Qual é a importância do vídeo na estratégia do negócio?

Sua voz pode indicar se você é uma pessoa poderosa

Descobrimos quem está “no comando” por causa da voz.

Ao menos é o que aponta uma pesquisa publicada pelo periódico Psychological Science. Segundo o estudo, quando estamos em uma posição de poder nosso tom de voz muda e as pessoas percebem isso.

Sei Jin Ko, líder da pesquisa, da San Diego State University, conta que a alteração no tom de voz pode determinar nossas relações, como as de pai e filho, vendedores e consumidores e, até mesmo, as negociações entre chefes de estados.

Quem impulsionou a pesquisa foi ninguém mais do que Margaret Thatcher, a ex-primeira-ministra britânica. Ao saber que a “Dama de Ferro” havia passado por treinamentos vocais para fazer valer a sua autoridade, o psicólogo e sua equipe decidiram explorar como o poder é capaz de alterar a voz das pessoas e se os ouvintes conseguem assimilar essa mudança.

Para chegar ao resultado dois testes foram feitos. Primeiro os pesquisadores convidaram 161 estudantes para lerem passagens – alguns como se fossem chefes inseguros e outros como líderes confiantes. Depois a equipe comparou as gravações e percebeu que as vozes dos “poderosos” eram mais marcantes e monotônicas, como nos treinamentos da “Dama de Ferro”.

Atraia leads qualificados! Teste a Eventials gratuitamente! – Clique aqui

No segundo teste, os estudiosos mostraram as gravações para um grupo de controle. Os participantes listaram quem parecia e quem não parecia ser um líder. Grande parte das respostas estavam corretas. Logo, os ouvintes percebem quem está no comando.

Em um artigo para o site Época Negócios, Sergio Chaia, ex-presidente da Nextel, traz algumas dicas para potencializar o tom de voz após uma consulta com a coach Bernadette O’Brien. Confira:

Converse com sua voz crítica:

Para a a coach de voz, o melhor caminho é rejeitar a voz interior que diz não ser possível ou que não levamos jeito para algo. Ela aconselha a conversar com essa voz crítica. Como? Comece a sentir seus pés bem fixos no chão e aumente a percepção de cada parte do seu corpo. Concentre-se em sua respiração e coloque as mãos sobre o abdome. Depois sacuda todo o corpo, deixando de lado os pensamentos negativos. Isso lhe ajudará a ser mais solto e autêntico e essa autenticidade irá transparecer em sua voz.

Aqueça sua voz!

Faça como alguns cantores antes dos shows, aqueça a sua voz. Em um lugar isolado, grite várias vezes e conheça a potência e o alcance de sua voz. A especialista indica bater de leve no peito, braços, bochechas e garganta, minutos antes de se apresentar.

Livre-se da boca seca:

Ficar com a boca seca geralmente acontece antes de se apresentar e isso significa que você está nervoso. Ao colocar os lados da língua nos dentes de trás, pressionando-a levemente para encorajar a produção de saliva, pode ajudar.

Faça pausas:

Dê uma pausa breve e respire. Elas dão a sensação de que você está construindo a ideia junto com quem está acompanhando a apresentação, o que aumenta o engajamento.

Defina seus objetivos:

Conecte seu tom de voz aos seus objetivos. Defina o que você deseja atingir em cada etapa. Se for falar sobre um novo projeto, aplique um tom mais impactante no começo, aconchegante no meio e decisivo no final. É importante verificar se os tons estão adequados a cada etapa.

Agora que você já percebeu que sua voz é decisiva na hora de fechar um negócio, de conversar com clientes, com o chefe ou para passar a mensagem que realmente deseja, treine e faça dela uma ótima ferramenta de trabalho.

Qual é a importância do vídeo na estratégia do negócio?