Como construir uma boa reputação com a audiência de seus webinars

Empresas que optam por webinars em estratégias de marketing digital, assim como palestrantes que compartilham conhecimento por meio de vídeos, geralmente questionam se o modelo adotado é o melhor. A ansiedade pelos resultados é grande – e nós sabemos disso. Mas, o que muitos não compreendem é que o sucesso ou o fracasso desse tipo de conteúdo não depende de uma única apresentação. É preciso investir em mais transmissões para identificar se o método está surtindo o efeito esperado.

Continue lendo

Como impressionar alguém que você acabou de conhecer?

Sim, a primeira impressão é a que fica e estamos cansados de saber disso. Mas convenhamos, todo mundo fica nervoso e não sabe o que fazer quando conhece alguém pela primeira vez. E isso acontece quando enfrentamos uma entrevista de emprego, ao conhecermos novos clientes e, obviamente, quando encontramos alguém especial, que pode ser A PESSOA, em uma fila de banco, às 3h da tarde. Emudecemos. Suamos frio.

Droga! O que fazer? O que vou falar?

E se eu dissesse que existem alguns truques para impressionar alguém logo de cara? A Revista Galileu coletou algumas dicas para você se dar bem ao conhecer pessoas. Confira algumas delas:

Saia da defensiva!

Quando conhecemos alguém pela primeira vez nosso instinto acaba falando mais alto e ficamos na defensiva ou tomamos uma atitude. Nesses primeiros minutos fazemos algumas avaliações insconscientes da outra pessoa e elas variam conforme nos sentimos com a presença dela, se estamos seguros ou não. É importante estar consciente dos sinais que você está passando nesse primeiro momento. Não seja assustador ou assustado.

De olho na linguagem corporal:

O corpo também fala e é importante que você perceba os sinais que o outro está passando e respeite os limites dele. Se a pessoa se inclinar, incline-se também; mas lembre-se de que o espaço corporal varia de acordo com cada um.

Transmita positividade:

Já que você sabe que a primeira impressão é a que vai valer, transmita coisas boas para quem você conheceu. Sorria, mantenha contato visual e, ao contar algum fato sobre você, mostre bons sentimentos. Está nervoso? Projete calma! Assim você relaxa, seu coração desacelera e a outra pessoa percebe, confiando mais em você.

Seja curioso!

Mas tenha bom senso. Estabeleça uma conversa com a pessoa e faça perguntas, continuando a conversa. Nós, seres humanos gostamos de nos sentir importantes e em uma entrevista de emprego ou ao conhecer clientes, por exemplo, é muito melhor ter uma boa conversa.

Cartão de visitas:

O que você tem a oferecer para a pessoa que conheceu? Qual é o seu cartão de visitas? É importante já ter um “texto ensaiado” sobre tópicos importantes de sua vida. Locais em que já trabalhou, coisas que já fez, seus sonhos, viagens… E, claro, sobre o que você faz atualmente. Para ajudar nessa construção, você pode pensar da seguinte forma: o que faz de mim uma pessoa legal? Por que eu gostaria de me contratar/conhecer/ser meu amigo?

Faça valer a pena!

Cada contato seu é único e pode lhe acrescentar como pessoa. Trate quem você conheceu agora como uma pessoa que você conhece há muito tempo. Mesmo que o encontro não vire um namoro, a parceria não seja fechada ou você não seja contratado, não há como prever o futuro. Vai que você encontra essa pessoa e ela lhe ajude de alguma forma futuramente? Cuide de suas conexões sempre! =)

5 livros essenciais para quem faz apresentações

Se você trabalha como palestrante e faz apresentações tanto online quanto offline, sabe como é importante se destacar e oferecer ao público um conteúdo qualificado, que prenda a atenção do início ao fim. Ler, buscar informações sobre a arte da persuasão e da oratória é importante para fazer um “show” memorável e é por isso que separamos 5 livros para que você aprenda ainda mais sobre o assunto. Confira:

1 – O Segredo das Apresentações Poderosas

O livro escrito por Roberto Shinyashiki, que atua há mais de 30 anos como palestrante profissional, revela os segredos de uma boa apresentação. Ele ressalta a importância de saber se comunicar de uma forma convincente e cita exemplos que vão desde Demóstenes na Grécia Antiga, a Wiston Churchill e Steve Jobs apresentando os produtos da Apple. Se você quer aprender a fazer uma apresentação que impacte seu público, não pode deixar de ler esse livro.

2 – A Arte de Falar em Público

Apesar de ser uma leitura densa, o livro é didático e indicado para quem atua na área de Direito. Nele, José Carlos Leal aborda alguns exemplos de debates e defesas e ensina técnicas para que os leitores sejam bons oradores e tenham sucesso em suas palestras.

3 – Faça como Steve Jobs

O que você acha de fazer apresentações memoráveis como as de Steve Jobs na Apple? A análise feita por Carmine Gallo no livro aborda as técnicas utilizadas pelo gênio da tecnologia ao apresentar os novos produtos da marca. O melhor é que elas são simples e acessíveis para todos que desejam se comunicar com eficiência e prender a atenção do público durante uma palestra, por exemplo. Confira o artigo que publicamos sobre o Faça como Steve Jobs.

4 – Boas apresentações vendem ideias

Escrito por Carlos Alberto Debastiani, o livro é acessível para qualquer profissional que deseja aprimorar suas apresentações e transmitir mensagens com clareza para o público. O autor orienta os leitores sobre todos os processos que envolvem uma apresentação, desde a concepção ao relacionamento com o público depois do evento.

5 – A arte de argumentar

Um guia para professores, psicólogos, executivos e vendedores. O livro de Antônio Suárez é funcional e didático e é indicado para quem deseja melhorar o  trabalho em equipe e os relacionamentos com muita criatividade e, claro, comunicação eficaz. Gostou das dicas? Depois de ler os livros não esqueça de compartilhar sua experiência com a gente! 😉

O que não fazer em uma apresentação online

 Depois de acessar o site da Eventials, de pesquisar sobre o funcionamento dos webinars e perceber como eles podem ajudar nas vendas de sua empresa e a capturar bons leads, você resolve investir e criar o seu.

Depois de definir o tema de sua apresentação e criar o roteiro, é preciso ensaiar para que tudo ocorra bem no dia. Só que para isso é preciso estar atento a alguns errinhos que podem prejudicar sua performance e transformar o seu webinar em um vídeo chato de assistir. E, claro que você não quer que isso aconteça, não é mesmo? Então confira as nossas dicas:

Ler slides

Na Eventials você pode disponibilizar slides para que o público acompanhe os tópicos de sua apresentação enquanto você fala. Mas lembre-se de que ele deve servir apenas como um apoio. Não leia o que está nas telas, isso não causa uma boa impressão e pode levar o público a duvidar de sua capacidade. Deixe apenas o que importa nos slides e complemente o assunto durante a apresentação.

Encher o slide de texto

Imagine você acompanhar o que o palestrante está falando e ainda ter que ler um slide abarrotado de texto? Simplifique! Escreva apenas o que for necessário nos slides. Opte por uma comunicação direta e objetiva. Quer uma dica? Faça textos como se estivesse escrevendo uma postagem no Twitter!

Escolher uma fonte pequena e cores que não combinam

E quando você acompanha o texto em um slide que as cores não combinam, a fonte é pequena, difícil de ler e a cor do fundo da tela também não ajuda? É importante ficar atento na composição do slide, para que o público não preste atenção em outros detalhes sem ser no texto. Na dúvida, opte pelo básico preto e branco. Melhor investir em uma apresentação simples e sofisticada do que em um carnaval de cores que pode causar desconforto. Uniformidade visual é tudo.

Infantilizar o público

Durante o webinar, lembre-se que você está falando com adultos (na maioria dos casos). Portanto, não infantilize seu público. Estimule as perguntas de forma inteligente, não com “alguém tem alguma dúvida?”. Cuide para não falar o que é óbvio e para não fazer brincadeiras ou usar gírias que não tenham a ver com sua audiência. Bom senso sempre!

Falar sempre no mesmo tom

Use a emoção para deixar os participantes atentos. Fale pausadamente e com clareza. Saiba usar a sua voz para mostrar que o assunto daquele momento é importante e que requer atenção. Um palestrante que fala sempre no mesmo tom é chato e dá sono…

Não ser criativo

Criatividade é fundamental na hora de fazer uma apresentação. Se você acha que deve disponibilizar um material extra, com dicas de filmes e livros para os participantes, disponibilize! Se deseja interagir com eles de uma forma diferente, faça! Tente, experimente! É a forma como você se relaciona com o público e as experiências diferentes que você proporciona que os levam a lembrar da apresentação e indicar a outras pessoas. 😉 Agora, coloque as dicas em prática e faça seus webinars! Acesse nosso site e veja como é fácil.

https://www.eventials.com/sistema-transmissao-de-palestras-online/?utm_source=banners-blog-palestras&utm_medium=banner&utm_campaign=eventials-blog-banner-palestras

Saiba por que conhecer o público-alvo é importante

A produção de um webinar passa por algumas etapas até estar disponível. Inicialmente você analisa o conteúdo, divide nos slides, define o que irá falar, ensaia e pesquisa eventuais dúvidas dos espectadores. Contudo, desconsiderar a pesquisa de público-alvo é uma atitude comum e pode prejudicar todas as outras partes do processo. Afinal, como é possível preparar uma apresentação se você não sabe quem lhe ouve?

Imagine a dificuldade de ser compreendido ao falar em português para chineses ou, ainda, fazer uma apresentação para crianças sobre cálculo avançado. Obviamente são exemplos exagerados, porém, em menor escala, é o que acontece quando você desconsidera a platéia na hora da produção e execução de um webinar. Logo, se você quer aumentar sua taxa de conversão e engajamento, busque obter o mínimo de informações para apoiar seu planejamento.

Através de ferramentas para pesquisas e análises é possível conhecer qual é o perfil do seu público e atingir melhores resultados. Às vezes você acredita que sua apresentação é focada para especialistas, mas, efetivamente, está direcionada para iniciantes. Por esse motivo, mesmo deixando passar a pesquisa prévia, procure obter um feedback daqueles que consomem seu material. Ao conhecer quem lhe acompanha você será capaz de refinar e aprimorar seu webinar.

Como posso identificar meu público-alvo?

Comece listando as informações que você precisa ou quer descobrir e as transcreva em perguntas. Pense em questões que abordem estilo de vida, escolaridade e renda para construir um bom panorama. Aprofunde-se o quanto for possível; para isso considere a relevância das informações para não perder a objetividade.

Após a elaboração você pode buscar algumas formas para obter as respostas. Caso elabore de 10 a 15 questões, cuidando para não tornar muito extenso, utilizar os formulários do Google pode ser um bom método. Em seguida, divulge através das redes sociais, direcionando para os interessados no material do seu webinar.

Outra opção é ter um site próprio com esses questionários ou então optar por uma abordagem mais pessoal e trocar e-mails com alguns interessados. Sempre considerando que o usuário é preguiçoso, pense quantas vezes você deixou de acessar um conteúdo apenas por ter que fazer um cadastro. Então facilite ao máximo qualquer processo escolhido.

Uma estratégia para estimular a participação na pesquisa é desenvolver uma prévia do webinar, esse que ficará disponível para aqueles que lhe ajudarem a entender sua audiência. Na Eventials isso é fácil, sendo que você consegue fazer transmissões privadas, notificar e controlar os participantes. Assim abre a possibilidade de oferecer um conteúdo exclusivo, liberando o acesso para quem lhe forneceu algum tipo de contribuição.

Apesar do trabalho extra, o resultado será um material de maior qualidade. E, sabendo exatamente quem escuta sua voz, sua chances de sucesso definitivamente irão aumentar.

Prepare o seu webinar com Storytelling

A nossa jornada pelo Storytelling chega ao seu último capítulo. O objetivo dessa série foi apresentar e demonstrar as possibilidades da arte de contar histórias, trazendo dicas em prol de um webinar mais atrativo. A fim de reforçar tudo que foi apresentado traremos orientações básicas para facilitar a aplicação da jornada do herói. Com isso, independentemente do tema, você será capaz de transmitir conhecimentos, engajar sua audiência com naturalidade e facilitar a memorização dos seus materiais.

Caso tenha alguma dúvida confira os capítulos anteriores aqui:  12 e 3

Antes da começar sugerimos algumas abordagens possíveis:

  • Conte sua história mostrando a experiência pessoal enquanto transmite  o conteúdo. Ilustre com casos e situações e foque na veracidade.
  • Utilize exemplos de histórias ou fábulas passíveis de aproveitar uma lição ou algo equivalente.
  • Crie um personagem e o acompanhe na jornada. Por exemplo, uma estudante que gostaria de descobrir o que é storytelling enfrentando os desafios para tal.
  • Construa um diálogo entre os slides e a sua fala, humanizando a apresentação como um personagem com emoções atribuindo personalidade.

Ao usar a criatividade você encontra outras formas de envolver o público através da narrativa. Vejamos então como cada ponto da jornada pode ser utilizado, por exemplo, para montar uma apresentação de slides.

Experimente Grátis a Eventials com Todas as suas Funcionalidades Disponíveis – Clique Aqui

Mundo comum: 

Questione a audiência fazendo-a refletir sobre uma situação atual, uma provocação, algo não resolvido. Este é o momento para causar impacto e conquistar a atenção. Mostrar as coisas como realmente são.

Chamado à aventura:

Defina um problema, algo a ser resolvido. Uma nova abordagem ou perspectiva para uma situação atual.  

Recusa do chamado:

Antes de entrar no assunto mostre visões contrárias, motivos que poderiam ir contra as suas defesas. Assim no decorrer da narrativa poderá desconstruir essas barreiras.

Encontro com o mentor:

Autores, teorias e materiais que irão apoiar e dar o embasamento para sua apresentação. É importante ficar bem claro sua linha de pensamento, mostrar aqueles em quem você acredita.

Travessia do primeiro limiar:

Assunto propriamente dito, encerre a introdução e vá ao foco do problema. De maneira sucinta, mostre seu objeto de desejo.

Testes, aliados, inimigos: 

Traga exemplos, demonstre as variáveis do problema, como aplicar ou usar sua solução. Um bom momento para demonstrar o que os concorrentes estão fazendo.

Aproximação da caverna:

O que precede o momento chave, quando todos os esforços irão convergir. Crie a tensão ou expectativa para um revelação ou contribuição significativa para quem lhe acompanha.  Momento em que a teoria e prática devem convergir.

Provação: 

Este é o clímax, momento de ressaltar seu objeto de desejo, aquilo que você defendeu desde o princípio. Aqui os principais argumentos devem ficar bem claros, se necessário traga uma visão geral de tudo.

Recompensa:

Reforce o valor do que você apresentou para o expectador.  

Caminho de volta:

Abra espaço para questionamentos ou preveja e responda o tipo de pergunta possível.

Como gamificação e webinars podem ajudar no processo de aprendizagem?

5 dicas para criar vídeos interessantes

Querendo fazer bons vídeos e se destacar na web? O Youtuber Thomas Ridgewell, também conhecido como TomSka, tem mais de 3,5 milhões de inscritos em seu canal e ganha milhares de libras por mês com anúncios. Confira algumas dicas dele para quem também quer investir nesse segmento.

Aprenda com os erros dos outros:

Para fazer bons vídeos segundo TomSka é necessário assistir a muitos outros na internet. Dessa forma você vai saber o que faz sucesso e o que não faz na rede e contar com essa experiência na hora de produzir os seus.

Um, dois, três: cortando!

De acordo com o britânico os bons vídeos são aqueles que vão direto ao ponto e não enrolam os internautas. Portanto, foque no que é de fato importante e corte o que não é necessário.

Bom áudio faz diferença!

Para o Youtuber não importa qual é a câmera que você vai usar para fazer seus vídeos desde que ela tenha consiga captar o áudio com muita qualidade. Se o som do seu webinar for ruim, consequentemente você perderá seu público.

Experimente Grátis a Eventials com Todas as suas Funcionalidades Disponíveis – Clique Aqui

Use conteúdo próprio:

TomSka aponta que vale muito mais criar seus próprios conteúdos do que pegar na web. Por exemplo: se você vai usar uma música como fundo de seu webinar é melhor usar a que foi composta por um amigo do que a de uma banda conhecida. É preciso tomar cuidado com conteúdos que possam violar os direitos autorais.

Construa amizades!

Uma dica fundamental é você ter “um monte de pessoas falando a seu respeito” na internet e que você precisa fazer amizades com outros que estão criando vídeos e se expressando na rede. Em entrevista para a BBC Brasil ele afirma que tem muitos amigos no YouTube e que construir novas relações é fundamental para chegar ao topo.

E então, gostou das dicas? Coloque-as em prática! Crie suas apresentações em vídeo com a Eventials e compartilhe seu conhecimento com mais pessoas! Acesse nosso site e faça um teste gratuito: www.eventials.com.

Por que investir em Fast Training para capacitar seu time online